O Rio Celeiro

esa vida asulagada no fondo

a ponte de don fermín

A PONTE VELLA DO MAZADOIRO

©XOSÉ MARRA

Sárria, 13 novembro 2012          ©xosé marra

Anúncios

Fevereiro 20, 2014 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

a luz

Continuar a ler

Julho 25, 2011 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

canta o rio celeiro

 

Sárria, 20 xaneiro 2010          ©xosé marra

Janeiro 24, 2010 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

que verde era o meu val

VIADUCTO DE SARRIA, SOBRE O RIO CELEIRO E O FERROCARRIL, DO NOVO

Sárria, 16 decembro 2008        ©xosé marra

Dezembro 20, 2008 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

onde vai a vella ponte?

19 NOVEMBRO 2008

_dsc9134

19 DECEMBRO 2008

_dsc0100

…NO FONDO DO RIO, MATARILE……

_dsc00991

Sárria, 2008       ©xosé marra

Dezembro 19, 2008 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

a desfeita

HOXE INAUGURAN O CORREDOR

REMATOU A PAZ REMATOU O SILÉNCIO

VELAÍ A DESFEITA:

DIA 30 DE MAIO DO 2005dsc_0081

DIA 16 DE DECEMBRO DO 2008

_dsc9863

_dsc9821

Sárria, 16 decembro 2008        ©xosé marra

Dezembro 18, 2008 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

as últimas cores do outono

E OS ÚLTIMOS SILÉNCIOS.

blog_dsc9909

Hoxe escoitei ao rio Celeiro. Vai fermoso e cheo de auga.

As neves destes dias fan que cante alegre.

Pero talvez sexa a última vez que  poida escoitalo en siléncio.

Os bruidos dos coches invadirán o espazo cando abran a nova estrada e ese viaducto que o sobrevoa.

O progreso mal entendido.

Mentras deixan morrer os camiños de ferro, 

ese fermoso transporte colectivo,

inzan a terra de asfalto e coches que contaminan.

blog_dsc9822

Sárria, 16 decembro 2008        ©xosé marra

Dezembro 16, 2008 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

outra luz

TRONO NO RIO CELEIRO

dscf0185

Sárria, 10 xuño 2008      ©xosé marra

Novembro 20, 2008 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

a herba seca

Sárria, 18 agosto 2008     ©xosé marra

Agosto 22, 2008 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário

o millo para ensilar

Sárria, 18 agosto 2008     ©xosé marra

Agosto 22, 2008 Posted by | rio celeiro | Deixe um comentário